Uma fé implicante

Uma fé implicante
27 de dezembro de 2012

10:57
“Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas” (Mateus 22.37-40).
 

Todo ano muitos de nós fazemos um check-up médico ou talvez um check-up financeiro no fim do ano ou no período de tributação, ou, ainda, talvez até um balanço de nossa atuação profissional em nosso trabalho. Mas com que frequência nós separamos tempo para fazer um balanço de nossa vida espiritual?

Aqueles que são salvos pela graça são chamados a crescerem na graça (2Pedro 3.18). Como discípulos de Jesus, devemos viver uma vida de amor – amor a Deus e amor ao nosso próximo, com a força do Espírito Santo. Frequentemente, em razão de nossas ocupações diárias, deixamos outras prioridades tomarem o lugar das duas prioridades mais importantes que Jesus nos deixou. As questões a seguir foram formuladas para auxiliá-lo a examinar sua vida espiritual ao longo do ano e para buscar a ajuda Deus em oração nas áreas em que você deseja crescer no próximo ano.

Amando a Deus com todo o seu coração, alma e mente.

1. Como é o meu relacionamento pessoal com Deus?

• Eu tenho um desejo crescente de passar mais tempo com Deus? Estou reservando um tempo apropriado de oração, leitura e meditação na Palavra?

• Estou crescendo no desejo de obedecer e agradar a Deus? Eu obedeço por gratidão ao amor de Deus ou por culpa ou medo?

• Eu me rendi totalmente ao Espírito Santo? Eu peço a Deus para que me encha a cada dia com o Espírito Santo?

• Existem áreas em minha vida que não entreguei a Deus? Quais? Por quê?

• Estou mais alerta em relação aos pecados em minha vida? Eu me arrependo diariamente e recebo perdão e purificação de Deus? Eu me arrependi de maneira total e verdadeira de todos os pecados passados e atuais?

2. Estou de algum modo servindo a Deus ativamente?

• Estou voluntariando-me na igreja?

• Estou orando regularmente pelo pastor, pela equipe, pelos missionários e voluntários?

• Procuro fazer com que outras pessoas sintam-se bem-vindas em minha igreja?

3. Estou crescendo em meu desejo e ações de ofertar sacrificialmente à obra de Deus na igreja e a outros ministérios? Estou ensinando meus filhos a respeito de se ofertar sacrificialmente e colocar Deus em primeiro lugar em detrimento de desejos materialistas?

4. Estou vivendo em humildade perante Deus, minha família, amigos e colegas de trabalho?

5. Existe evidência de que a graça está crescendo em minha vida? Eu agradeço a Deus todos os dias por Seu amor e misericórdia e por me salvar daquilo que eu mereço? Estou aprendendo a ver os outros através da mente de Cristo? Estou tratando os outros com a mesma graça que Deus se mostrou para comigo?

Amando o seu próximo

6. Estou amando minha família como eu deveria?

• Maridos, vocês estão amando suas esposas? Como, especificamente?

• Esposas, vocês estão respeitando seus maridos? Como, especificamente?

• Pais – estamos ensinando a Bíblia aos nossos filhos, como orar e como agradar a Deus?

• Estou administrando meu tempo de uma maneira que reflete as prioridades de Deus e honra meus relacionamentos? Que mudanças específicas são necessárias?

• Existe qualquer influência externa que esteja prejudicando meus relacionamentos familiares? Se há, o que eu farei a respeito disso?

7. Estou perdoando os outros? Existe alguém na minha família, amigos, vizinhos ou colegas de trabalho que me recuso a perdoar? Eu confio totalmente que Deus perdoou os meus pecados?

8. Estou crescendo em comunhão com outros crentes?

• Faço parte de um grupo de oração, compartilhamento e comunhão? Ele está fazendo diferença na vida dos participantes?

• Eu tenho um mentor piedoso para me ajudar a crescer em minha caminhada com Cristo?

• Estou mentoreando/ discipulando um recém-convertido?

9. Eu preguei o Evangelho a alguém neste ano? No meu bairro? No meu trabalho? Estou preparado para compartilhar o meu testemunho? Para compartilhar o Evangelho?

• Estou planejando e orando de maneira fervorosa por oportunidades para compartilhar o Evangelho no próximo ano?

• Estou sendo sal e luz em meu bairro, local de trabalho e grupos sociais? Como, especificamente?

10. Estou concentrando parte de meu tempo e dinheiro para ajudar os pobres e desfavorecidos? Estou ensinando meus filhos sobre a importância de se ajudar os pobres? Como?

Jesus diz que se nós o amamos nós o obedeceremos (João 14.15). E ele nos chama para crescermos em graça e amor. Você tem um plano para crescer em seu amor por Deus e em amor por seu próximo no ano que vem? Você preparará um em oração antes do fim deste ano?


Tradução: Jonathan Silveira. Tuporém.

Comente com o Facebook: